domingo, 26 de junho de 2016

The Well of Ascencion - Brandon Sanderson

   "Evil has been defeated... The war has just begun.
   They did the impossible, deposing the godlike being whose brutal rule had lasted a thousand years. Now Vin, the street urchin who has grown into the most powerful Mistborn in the land, and Elend Venture, the idealistic young nobleman who loves her, must build a healthy new society in the ashes of an empire.
   They had barely begun when three separate armies attack. As the siege tightens, an ancient legend seems to offer a glimmer of hope. But even if it really exists, no one knows where to find the Well of Ascencion, or what manner of power it bestows.
   It may be that killing the Lord Ruler was the easy part..."

   Hello readers!
   Já tinha saudades de ler esta saga! Grandes obras deste autor. Para quem não sabe, esta é a saga Mistborn do qual este é o segundo volume do que era uma trilogia e entretanto ganhou uma segunda saga de 4 volumes posteriores à história principal. Até agora a trilogia principal já está publicada em Portugal, são 4 volumes, com o último livro a ser dividido em dois.
   Vamos lá analisar esta obra... Assim de forma geral não está tão boa como o primeiro volume. Não sei qual é a maldição dos segundos livros mas têm sempre uma tendência a diminuir de qualidade. Neste caso não foi a escrita do autor que diminuiu de qualidade, essa mantém-se muito boa, capaz de acorrentar o leitor até à exaustão, e fazendo-o sonhar com as magias deste mundo.
   O que falta nesta obra é decididamente uma atmosfera mais sombria como o primeiro volume tinha. Este foi muito mais dedicado à estratégia e política, sem grandes intrigas. E apesar de haver alguns capítulos com personagens apreciadas a viajarem dum lado para o outro, nomeadamente para sítios obscuros, o foco principal que era a capital parecia demasiado monótono, apesar de haver um cerco e exércitos como diz a sinopse. Aliás as partes que mais aceleraram o meu coração foram mesmo aquelas que se passaram fora da capital, a ansiedade foi imensa nessas partes com as descrições a combinarem de forma excelente.
   Uma característica deste autor é o romance da protagonista, que apesar de não ser aquele romance lamechas, quase nem parece romance ao mesmo tempo. No entanto acho que neste volume foi um tanto ou quanto exagerado, houve imensas partes onde dava por mim exasperado para ver se conseguia passar isso e chegar a partes mais emocionantes. Este é o único ponto que espero que seja melhor no próximo volume.
   Apesar disso o resto conseguiu compensar, com um fim bom e ao mesmo tempo um pouco "meh". Mas cria expectativa suficiente para que tenha vontade de ir já ler o terceiro volume e saber o que se passará. Entretanto como não é possível, quem quiser pode ficar com a opinião do primeiro volume e talvez sejam convencidos a lerem! Crítica - The Final Empire
   Boas Leituras... ;)
7.5/10

André

0 comentários:

Enviar um comentário

Páginas Comentadas