quinta-feira, 22 de dezembro de 2016

Soul Eater vol.16 - This Is The New Soul Resonance - Atsushi Ohkubo

   "Like the other members of the newly formed Spartoi unit, Maka and Soul undergo rigorous training, probing the boundaries of Soul's hard-won new potential as a weapon. Maka's soul perception ability has made her the enemy's next target, and she and Soul will have to kick it up to a whole new level-and fast! Noah and his followers are coming, ready or not!!"

   Hey leitores!
   Aqui estamos, quase quase no Natal! À espera de muitas prendas? Apenas livros ou mangás também? Que tal este? O décimo sexto volume de Soul Eater (de 25, sim já entrei na contagem decrescente) já está finalmente no blogue.
   Não esperem um novo arco mega brilhante, porque não é isso que vão ter. Em vez disso vai haver um pouco de confusão ao perceberem que a história avançou um pouco no tempo. Tal como a sinopse sugere, os protagonistas estão agora mais poderosos, evoluíram quer nas suas capacidades quer mentalmente (talvez nesta última parte só alguns o tenham feito).
   Isto não impede nada de começar a criar-se uma nova trama, com personagens que já vimos em volumes anteriores. Trama essa que parece prometer muita nova ação. Pelo menos relacionada com o duo Maka/Soul e Kid.
   E isso leva-nos ao próximo ponto que é o desenvolvimento das personagens. Normalmente num mangá não se espera muito nesta vertente, mas considerando que este volume mostrava um avançar no tempo seria bom se mostrasse mais sobre as personagens, e não só "o que estão a fazer agora".
   Outro ponto fraco foi o número de capítulos no volume, apenas três. Novamente para este tipo de transição poderiam ter posto mais um capítulo, nem que fosse o início de um arco, que explorasse um pouco mais da evolução das personagens.
   É um volume mediano que tinha potencial para ser muito melhor do que foi. Caso queiram ler mais sobre esta saga, sigam o link: Crítica - Soul Eater vol.15
   Boas Leituras...
6/10

André

0 comentários:

Enviar um comentário

Páginas Comentadas